O medo de contaminação pela covid-19 tem contribuído para que milhares de pacientes deixem de fazer visitas periódicas aos médicos que acompanham seus problemas de saúde.

Percebendo essa situação, um grupo de cardiologistas se uniu para avançar com a prática da telemedicina e ajudar seus pacientes a fazer medição correta da pressão arterial. O grupo de fundadores da Beliva, formado por médicos de Pernambuco, Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Goiás, lançou um aplicativo gratuito que monitora a pressão arterial de pacientes hipertensos, o AMPA (Automedição da Pressão Arterial).

“Começamos a perceber que nossos pacientes estavam ficando muito ansiosos dentro de casa, fazendo medições compulsivas da pressão. Essa ansiedade tende a levar a resultados imprecisos”, explica o cardiologista alagoano, Marco Mota.

Assim, o AMPA surge como uma maneira eficaz de auxiliar médicos no controle da hipertensão arterial remotamente, dando mais um passo para consolidar a telemedicina. E qualquer pessoa pode baixar a ferramenta. O APP permite aos usuários adicionar os dados das medições feitas com aparelho próprio em casa e receber relatórios dessas medidas.
O propósito dos médicos é de ajudar quem está ansioso em casa. “Sugerimos que o paciente faça apenas sete medições entre dois e três dias, dando um intervalo maior entre uma e outra. Se ele tentar fizer mais que isso, o programa trava. Esse bloqueio é para evitar a compulsão de ficar medindo a pressão a todo instante”, explica o cardiologista.

A tecnologia foi desenvolvida pela empresa pernambucana Beliva e está disponível para IOS e Android.

Você pode conferir a matéria completa no site da CBN Maceió: http://cbnmaceio.com.br/o-aplicativo-ampa-nasceu-da-confluencia-de-ideias-de-seis-renomados-medicos-brasileiros-especialistas-em-hipertensao/