Um ano após o lançamento do Projeto de Monitoração Residencial da Pressão Arterial pela Prefeitura de Campos do Jordão em parceria com a Omron e a Beliva, os pacientes da cidade tem hoje algo do que se orgulhar: o controle de hipertensão na cidade alcançou níveis internacionais. 

Em Campos do Jordão, o controle de hipertensão arterial sistêmica (HAS) chegou a 47%, enquanto a média no Brasil é de 19%. Para se ter uma ideia, da grandiosidade do dado, a cidade alcançou uma taxa próxima à dos Estados Unidos (50%) e busca agora chegar a 80%, mesma marca do Canadá, líder mundial neste quesito.

Campos do Jordão é a primeira cidade do país a utilizar o controle residencial de pressão arterial na rede pública de saúde. A parceria inédita no Brasil atendeu a população na prevenção das doenças cardiovasculares, visando melhorar a qualidade de vida das pessoas proporcionando mais comodidade, segurança e facilidade nos cuidados com sua saúde.

A Omron Healthcare Brasil, parceira da Beliva, distribuiu 55 monitores de pressão do modelo HEM-7320 em março de 2018, em cerimônia realizada na Câmara Municipal de Campos do Jordão. Era o início do projeto MRPA (Monitorização Residencial de Pressão Arterial), que tinha o audacioso objetivo de aumentar a taxa de controle da pressão arterial e diminuir os eventos cardiovasculares no município.

Acesse para saber mais: http://camposdojordao.sp.gov.br/Noticia/?i=1034&c=10